OS CHAKRAS E A DANÇA DO VENTRE



domingo, 19 de outubro de 2014

Chakras são centros energéticos do corpo.
Os seres humanos possuem sete Chakras principais que estão em constante atividade, embora sua presença não seja percebida conscientemente por não meditadores.

A palavra Chakra em sânscrito é traduzida por roda, círculo ou movimento.

As representações pictóricas desses centros de energia são formadas por figuras geométricas e pétalas.
Pelos Chakras transitam e se movem as energias sutis do corpo.

Os Chakras estão localizados dentro e fora do corpo; a Kundalini, energia da vida, ativa os Chakras e movimenta-se dentro do corpo.
Kundalini é energia da terra, o poder do desejo puro dentro de nós, é a energia da nossa alma, da nossa consciência. Kundalini é a nossa emanação do infinito, a energia do cosmos dentro de cada um de nós. Como nossa energia criativa, ela pode ser imaginada como uma serpente enroscada, adormecida na base da nossa coluna.
Uma energia adormecida dentro de nós que desperta e passa através dos centros de consciência, Chakras, no canal central da espinha (Sushumna), expandindo nossa consciência.
Quando conseguimos um fluxo constante da Kundalini, é como se estivéssemos despertando de um longo sono; deixamos de viver numa realidade imaginária e nos tornamos compromissados com os nossos propósitos e metas aproveitando muito mais os prazeres da vida.
A Dança do Ventre ativa a energia Kundalini, ajudando em sua ascensão pelos Chakras principais, propiciando o autoconhecimento e o despertar da consciência.
Normalmente os Chakras são pequenos, não apresentando mais do que cinco centímetros de diâmetro.
Com a prática de mantras, yoga, meditação e Dança do Ventre os Chakras aumentam de tamanho e sua luz se expande.
Sua aparência pode ser descrita como circular e luminosa.
Cada Chakra tem uma cor, mantra, elemento e movimento da Dança do Ventre que o estimula.
Seu movimento é ininterrupto, estão associados às glândulas do corpo físico e funcionam como centros de captação, contenção e distribuição de energia para todo o corpo.
Os sete Chakras estão localizados ao longo da coluna vertebral,
dispostos verticalmente e cada Chakra tem funções específicas,
mediante o recebimento de energias internas e externas.
Os Chakras inferiores, mais associados à matéria, são o Muladhara (Chakra básico)o Swadhistana (Chakra umbilical) e o Manipura (Chakra plexo solar).
O médio, ou intermediário, é o Anahata (Chakra cardíaco), associado aos sentimentos.
E os superiores são o Vishuddha (Chakra laríngeo)o Ajña (Chakra frontal) e o Sahashara (Chakra coronário), que estão associados ao mental e à iluminação.
Sua rotatividade obedece ao sentido horário ou anti-horário,
dependendo da qualidade energética de cada indivíduo.
Quando o Chakra gira no sentido anti-horário, perde-se energia.
E quem perde muita energia pode sobreviver da energia alheia, por meio de uma relação de dependência chamada na metafísica de vampirismo
Além disso, pode-se adoecer.
Existem muitas práticas que fazem o Chakra girar em sentido horário ou anti-horário:
Método interno: por meio desse método, despertamos a Kundalini com a prática de dança, yoga, mantra, tai-chi, chi-kun, iai-dô, aikidô etc.
Método externoconsiste no recebimento de passe magnético,
massagem, aplicação de acupuntura, geoterapia ou cromoterapia.
Os dois métodos contribuem para o estímulo de todos os Chakras, proporcionando melhor disposição física e mental aos praticantes.
É importante manter os Chakras equilibrados, utilizando técnicas corporais, técnicas mentais e alimentação equilibrada.
Os Chakras influenciam e são influenciados também pelo corpo físico,
daí a necessidade destes cuidados.
Todos os Chakras possuem qualidades energéticas próprias que em desequilíbrio produzem determinadas doenças ou, em situações de equilíbrio, conferem ao nosso organismo inúmeros benefícios.
Contudo, o sexto Chakra pode ser mais estimulado que os demais pelo mantra Om, pois possui uma força que ajuda e atrai a subida da Kundalini.
Em uma sociedade, extremamente estressante e competitiva, através do excesso de trabalho, estresse, toxinas, alimentação inadequada, drogas, tabaco, álcool, ansiedade, depressão e tantas outras coisas mais, criam bloqueios energéticos nos centros das funções vitais do corpo reduzindo ou mesmo fechando em alguns chakras o fluxo de Energia (Prana),
ficando essas energias nocivas armazenadas em órgãos vitais e começando a manifestar-se na forma de doenças.
A Dança do Ventre equilibra e alinha todos os chakras através da realização de movimentos ligados e eles, trabalhando diretamente com a energia vital de nossos chakras e da kundalini, desbloqueando esses centros energéticos, abrindo os chakras, libertando do excesso de energia reprimida, fazendo voltar a circular harmoniosamente.
1º Chakra: Básico – Muladhara
Localizado nos órgãos genitais e na pélvis, relacionado com as gônadas (glândulas sexuais), governa o sistema reprodutor.
Este Chakra anima a substância do corpo físico, é a vontade, o poder e o instinto de sobrevivência.
É base da montanha, a ligação com a Terra.
Concentra as energias da Kundalini, que uma vez despertadas e controladas progridem coluna acima.
Elemento: Terra.
Cores: Vermelho e Preto.
Partes do corpo: glândulas suprarrenais, ossos, aparelho genital e urinário, bacia, coxas, pernas e pés.
Cristal: rubi, granada, hematita, turmalina preta.
Essências: Laranja e sândalo (acalmam).
Mantra: LAM.
Fase da vida: Desde a união do espermatozoide com o óvulo, até sete ou oito anos.
Alimentos benéficos: as proteínas (carne e produtos lácteos não são recomendados), frutos vermelhos e vegetais.
Qualidades positivas e lições a aprender: assuntos relacionados ao mundo material, ao sucesso; o corpo físico, o domínio do corpo; base (fundação), individualidade, estabilidade, segurança, imobilidade, tranquilidade, saúde, coragem, paciência.
Qualidades negativas: se a pessoa estiver com baixa vibração, pode apresentar as seguintes características: egocentrismo, insegurança,
violência, ganância, fúria, demasiada preocupação com a própria sobrevivência, tensão na coluna e prisão de ventre.
O que faz: responsável pela ligação com o mundo físico, promovendo estabilidade e força interior.
Concentra as energias da Kundalini, que uma vez despertadas e controladas progridem coluna acima, seguindo um padrão geométrico similar ao padrão apresentado na dupla hélice das moléculas de DNA, que contêm o código da vida.
Aspectos a serem compreendidos: Sobrevivência, alimento, conhecimento, auto-realização, valores (segurança financeira, coisas materiais), sexo (procriação), longevidade e prazer.
Movimentos da Dança do Ventre: todos os pélvicos, especialmente os shimmies e as batidas.
2º Chakra: Sacro – Svadhisthana
Localizado na lombar e abaixo do umbigo no nível do púbis, está relacionado com as glândulas suprarrenais, regendo a coluna vertebral e os rins.
As suprarrenais são constituídas por uma medula interna, coberta por um extrato chamado córtex e são responsáveis pela produção de adrenalina.
Rege os rins, sistema reprodutor, sistema circulatório e bexiga.
As energias como a paixão, a expansão, sensualidade e a criatividade são manifestadas por este Chakra.
Elemento: Água
Cor: Laranja - tonifica; é uma cor acolhedora e estimula a alegria.
É uma cor social que traz otimismo, expansividade e equilíbrio emocional.
Traz confiança, automotivação e senso de comunidade.
Azul ou verde para sedar.
Parte do corpo: ovários, aparelho urinário e fluídos corporais.
Cristal: ágata laranja, quartzo laranja.
Mantra: VAM
Fase da vida: de 8 a 14 anos.
Alimentos benéficos: líquidos, frutos e vegetais cor de laranja.
O que faz: potencializa a sexualidade e o prazer.
Qualidades positivas e lições a aprender: dar e receber, emoções,
desejos, prazer, amor sexual\passional, movimento, assimilação de novas ideias, saúde, família, tolerância, abandono (entrega), trabalhar harmoniosa e criativamente com os outros.
Qualidades negativas: exagerada indulgência com a comida ou sexo,
dificuldades sexuais, confusão, ausência de objetivos, ciúme, inveja,
desejo de possuir, impotência, problemas uterinos e\ou de bexiga.
Movimentos da Dança do Ventre: Oitos, ondulações e redondos.
3º Chakra: Plexo Solar – Manipura
Localizado um pouco acima do umbigo.
Rege o pâncreas, glândula que possui função exócrina e endócrina e que secreta o suco pancreático, cujas enzimas ajudam a digestão das proteínas, carboidratos e gorduras.
A parte endócrina da glândula é formada por pequenos grupos de células chamadas ilhotas de langerhan, produtoras da insulina, que possuem um papel importante no controle do metabolismo da glicose.
A área de influência deste Chakra é o sistema digestivo:
estômago, fígado e a vesícula biliar, além do sistema nervoso.
Elemento: Fogo.
Cor: Amarelo e dourado para tonificar.
É ativador dos nervos motores, exercendo influência no sistema nervoso.
Estimula bílis e possui ação vermífuga, diminui a função do baço, porém estimula a função do pâncreas, fígado e vesícula biliar.
Fortalece as articulações, o sistema digestivo e linfático.
É regenerador dos tecidos, acelerando o processo de cicatrização.
Estimula a função peristáltica e o raciocínio lógico.
Violeta, azul ou verde para sedar.
Parte do corpo: pâncreas e aparelho digestivo.
Cristal: citrino amarelo, olho de tigre, âmbar.
Essências: laranja ou tangerina.
Mantra: RAM
Fase da vida: de 14 a 21 anos
Alimentos benéficos: os amidos, as frutas ou vegetais amarelos.
O que faz: relaciona-se à vontade e à ação.
Aspetos a serem compreendidos: Escolhas, dentro do possível, do que você quer. Individualidade, poder pessoal, como você se vê, sua identidade no mundo.
Qualidades positivas e lições a aprender: vontade, poder pessoal,
autoridade, energia, controle do desejo, autocontrole, brilho (esplendor), calor humano, despertar, transformação, humor, riso, imortalidade.
Qualidades negativas: ter mais do que se pode assimilar ou usar,
demasiada ênfase no poder e\ou identificação, fúria, medo, ódio,
problemas digestivos.
Movimentos da Dança do Ventre: Camelo, cambre, shimie de ventre,
ondulações de ventre, batidas de ventre.
4º Chakra: Cardíaco – Anahata
Localiza-se na região do tórax e está conectado com a glândula timo, responsável pelo funcionamento do sistema imunológico.
É o Chakra do coração, centro energético do amor.
A elevação das energias do Chakra do plexo solar até o coração acontece em indivíduos que estão desenvolvendo a capacidade de pensar e atuar em termos de coletividade.
Elemento: Ar
Cor: Rosa que estimula o amor incondicional e verde que é relaxante do sistema nervoso. A cor violeta seda esse centro.
Parte do corpo: Timo (glândula próxima ao coração), aparelho circulatório, coração, braços, mãos, pulmões.
Cristal: quartzo rosa e verde.
Essências: rosas e gerânios.
Mantra: YAM
Fases da vida: 21 a 28 anos.
Alimentos benéficos: frutas e vegetais verdes.
O que faz: relaciona-se aos sentimentos, ao emocional e ao aumento da capacidade de compreender.
Aspectos a serem compreendidos: amor, compaixão, perdão,
verdade e gratidão. Principalmente amor próprio.
Qualidades positivas e lições a aprender: amor divino e incondicional.
Perdão, compaixão, compreensão, equilíbrio, consciência de grupo,
união com a vida.
Aceitação, paz, abertura, harmonia, contentamento.
Qualidades negativas: repressão do amor, instabilidade emocional
desequilíbrio, problemas de coração e circulação.
Movimentos da Dança do Ventre: movimentos de busto, braços,
mãos, movimentos de tronco e véus.
5º Chakra: Laríngeo – Vishudha
Localiza-se na garganta.
Comunica-se com a glândula tireoide que está relacionada ao crescimento e aos processos oxidativos, e com as paratireoides que controlam o metabolismo do cálcio.
Este Chakra governa pulmões, brônquios e voz.
Está ligado à inspiração, à comunicação e à expressão com o mundo.
Elemento: Éter
Cor: azul, atua como tranquilizante na aura e regenerador celular.
Traz quietude e paz mental, estimula a busca da verdade, a inspiração,
a criatividade, a compreensão, e a fé.
Está associada à gentileza, ao contentamento, à paciência e à serenidade.
Turquesa, estimula a comunicação em público.
Para tonificar, laranja e violeta.
Parte do corpo: tireoide, aparelho respiratório, boca, garganta,
hipotálamo e estruturas responsáveis pela voz.
Cristal: topázio azul, safira.
Essências: eucalipto e bergamota
Mantra: HAM
Fases da vida: 28 a 35 anos
Alimentos benéficos: Frutas e vegetais azuis e púrpuras.
O que faz: expressa a comunicação e a criatividade.
Aspectos a serem compreendidos: Comunicação interna e externa,
esclarecimento que conduz ao estado divino, consciência e crenças.
Qualidades positivas e lições a aprender: poder da palavra falada,
verdadeira comunicação, expressão criativa no discurso, na escrita, nas artes.
Integração, paz, verdade, conhecimento, sabedoria, lealdade,
honestidade, confiança, amabilidade, gentileza.
Qualidades negativas: problemas na comunicação e\ou discurso,
excesso de uso insensato do conhecimento, ignorância, falta de discernimento, depressão e problemas na tireoide.
Movimentos da Dança do Ventre: pescoço, cabeça, cabelos, ombros,
sorriso.
6º Chakra: Frontal – Ajna
Localiza-se entre as sobrancelhas, conhecido como terceiro olho.
Relaciona-se com a glândula pituitária.
Elemento: Luz
Cor: Dourado para concentração falta de memória e confiança.
Violeta, tranquilizante, calmante e purificador.
Clareia e limpa a corrente psíquica do corpo e da mente, afastando problemas de obsessão mental e psicose.
Parte do corpo: hipófise e sistema endócrino, olho esquerdo, nariz,
orelhas.
Cristal: lápis-lazúli
Essências: limão e camomila.
Mantra: KSHAM (mantra do terceiro olho)
Fases da vida: 35 a 42 anos
Alimentos benéficos: São os de cor azul ou púrpura, frutas e vegetais.
O que faz: governa o espírito, a intuição e a memória.
Aspectos a serem compreendidos: Intuição e a consciência.
Capacidade de se observar sem julgamento.
Qualidades positivas e lições a aprender: realização da alma,
intuição, insight, imaginação, clarividência, concentração, paz de espírito, sabedoria, devoção, percepção para além da dualidade.
Qualidades negativas: falta de concentração, medo, cinismo, tensão,
dor de cabeça, problemas nos olhos, pesadelos e demasiado deslocamento deste mundo
Movimentos da Dança do Ventre: a expressão, principalmente dos olhos
7º Chakra: Coronário – Sahashara
Localiza-se no topo da cabeça, prolongando-se mais acima.
É o portal da espiritualidade, do reconhecimento da existência de Deus em nós, no outro e em todo o universo.
Elemento: Pensamento e vontade, reunião de todos os elementos.
Cor: branco transparente, violeta e dourado.
Parte do corpo: glândula pineal, funcionamento geral do sistema nervoso, olho direito.
Capacidade da fusão individual com Deus e o universo, onde os limites do corpo são quebrados e nossa energia, livre se expande em todas as direções, se estende por todo o cosmos
Cristal: quartzo transparente, ametista, diamante.
Essências: lavanda, rosa, âmbar.
Mantra: HUM
Fases da vida: dos 42 anos em diante.
Alimentos benéficos: associa-se a ideia de jejum, às frutas e vegetais de cor violeta e púrpura.
O que faz: controla o pensamento, a consciência e o funcionamento global do organismo.
Aspectos a serem compreendidos: Iluminação.
Qualidades positivas e lições a aprender: unificação do Eu Superior com a personalidade humana, união com o infinito, vontade espiritual,
inspiração, unidade, sabedoria e compreensão divina, idealismo, serviço voluntário (desinteressado), percepção além do espaço e tempo e conformidade de consciência.
Qualidades negativas: falta de inspiração, confusão, depressão,
alienação, hesitação em servir, senilidade.
Movimentos da Dança do Ventre: A própria expressão completa da dança
A junção de várias partes do corpo em movimentos cadenciados
O amor e a expressão artística da Dança do Ventre, o propósito de dançar.

Fonte:http://holisticocromocaio.blogspot.com.br/2014/10/despertando-o-conhecimento-os-chakras-e.html