VINTE CHAVES PARA A CRIAÇÃO CONSCIENTE : A MATRIZ DIVINA

VINTE CHAVES PARA A CRIAÇÃO CONSCIENTE


A MATRIZ DIVINA - uma ponte entre tempo, espaço, milgres e fé.


A Matriz Divina é um livro maravilhoso de Gregg Braden, cientista e escritor de temas fascinantes que ligam a ciência e a espiritualidade. Neste livro aprendemos a reconhecer o que é a Matriz Divina e a consciência criadora que somos. Tomamos conhecimento do universo holográfico, que observamos e experienciamos, e aprendemos a linguagem da Matriz, para que possamos criar conscientemente, o mundo à nossa volta, e compreender o que o mundo espelha - a nossa realidade. Fantástico discernimento da Verdade, para que com o seu conhecimento despertemos e nos transformemos, transformando assim toda a realidade holográfica.


No final do seu livro Gregg Braden faz um apanhado das ideias principais que expõe e chama-lhes as 20 chaves para a criação consciente.
Coloco-as aqui, pois julgo que, mesmo para quem não leu o livro, entenderá com certeza a mensagem que estas chaves pretendem passar.




VINTE CHAVES PARA A CRIAÇÃO CONSCIENTE
Chave 1:
A Matriz Divina é o receptáculo do universo, a ponte entre todas as coisas, o espelho que nos mostra o que criámos.
Chave 2:
Tudo o que existe no nosso mundo está ligado a tudo o resto.
Chave 3:
Para sentir a força do próprio universo, temos de nos ver a nós mesmos como parte do mundo, em lugar de separados dele.
Chave 4:
Quando algo é unido, está sempre ligado, quer permaneça fisicamente junto ou não.
Chave 5:
O acto de concentrar a nossa consciência é um acto de criação. A consciência cria!
Chave 6:
Todos dispomos do poder de que necessitamos para criar todas as coisas que desejemos!
Chave 7:
O enfoque da nossa consciência transforma-se na realidade do nosso mundo.
Chave 8:
Dizer simplesmente que escolhemos uma nova realidade não chega!
Chave 9:
O sentimento é a linguagem que "fala" à Matriz Divina. Sinta como se o seu objectivo já tivesse sido concretizado e a sua oração já tivesse sido atendida.
Chave10:
Nem todo o sentimento servirá. Os que criam devem ser destiuídos de ego e de juízo crítico.
Chave 11:
Temos de nos tornar, nas nossas vidas, as coisas que escolhemos experienciar como nosso mundo.
Chave 12:
Não somos limitados pelas leis da física, tal como as conhecemos actualmente.
Chave 13:
Num "algo" holográfico, cada fragmento espelha a totalidade.
Chave 14:
O holograma universalmente ligado da consciência encerra a promessa de que no próprio instante em que criamos os nossos bons desejos e orações, eles estão já a ser recebidos no destino.
Chave 15:
Através do holograma da consciência, uma pequena mudança na nossa vida espelha-se por toda a parte do nosso mundo.
Chave 16:
O número mínimo de pessoas necessárias para fazer "pegar de empurrão" uma mudança de consciência é dado por 1% da população.
Chave 17:
A Matriz Divina cumpre a função de espelho no mundo dos relacionamentos que criamos nas nossas crenças.
Chave 18:
A raiz das nossas experiências "negativas" pode reduzir-se a um dos três temores universais (ou uma combinação deles): abandono, baixa auto-estima ou falta de confiança.
Chave 19:
As verdadeiras crenças espelham-se nos nossos relacionamentos mais íntimos.
Chave 20:
Devemos transformar-nos, nas nossas vidas, nas próprias coisas que escolhemos experienciar no nosso mundo.
Fonte:http://odespertardoser.blogs.sapo.pt/6258.html